Nome: Olho de Boi


Nome científico: Seriola dumerilli

Características: Seu corpo é fusiforme e ligeiramente alongado. A melhor forma geométrica que poderia dar idéia do corpo desta espécie é a de um torpedo. As nadadeiras são curtas se encaixando em depressões do corpo e as dorsal e anal em um tipo de bainha localizada em sua base. A nadadeira dorsal é maior que a anal no comprimento caudal e a caudal é alta e tem formato de forquilha mais arredondada. Os seus raios estão firmemente anexados à placa de ossos na extremidade da coluna. Praticamente, somente ela, e uma pequena porção anterior do corpo na região caudal do peixe, é que batem imprimindo grande velocidade a esses animais. Imagine só o que isso pode significar em um grande exemplar capaz de passar de 1,7 m e 80 kg de massa. A cor geral é bronze avermelhado, ou marrom no dorso e branco no ventre. Apresenta uma faixa preta que se estende da ponta do focinho até a região da nuca. Isto dá um certo aspecto de “mau” para o olho de boi.


Hábitos: É encontrado em águas mais fundas nas regiões de parcéis e fundo de pedras em cardumes não muito numerosos. Sua alimentação é de peixes como a cavalinha, sardinha verdadeira e moluscos, com as lulas. Invertebrados marinhos também podem entrar em sua dieta essencialmente carnívora.


Curiosidades: Presente nos mares tropicais e sub-tropicais de todo o mundo, este belíssimo peixe pões à prova toda a habilidade e perícia de um pescador. Capturar alguns exemplares da espécie Seriola dumerilli não é tarefa fácil. Como é um peixe pelágico, isto é, que vive na coluna de água sempre se deslocando, dá para perceber o que pode ser uma contenda co um bom exemplar, como indivíduos acima dos 10 kg.


Onde encontrar: Peixe pelágico, é encontrado nos mares tropicais e sub-tropicais do mundo inteiro. Gosta muito das águas mais fundas em regiões de parcéis e fundos de pedra. Pode ser achado em águas superficiais. Ilhas marinha e lajes também compõem o endereço do olho de boi. Costuma nadar em cardumes não muito numerosos. À medida que o tamanho médio dos peixes do cardume aumenta, diminui o número de indivíduos.


Dicas para pescá-lo: Se a pescaria do olho de boi for realizada durante a noite, a melhor opção são os dias de lua nova.